16.9.07

Lei de Godwin e os nazis

Em 1990, quando a internet ainda não tinha nem um décimo da dimensão que tem hoje, já existiam discussões entre utilizadores, sobretudo nas BBS e nos grupos de discussão Usenet.

E nessa altura, como hoje, já existiam trolls, flamers, e todo o tipo de insultos entre pessoas que nunca se conheceram na vida.

Foi assim no âmbito destas discussões do final da década de 1980 que foi formulada a Lei de Godwin. Esta lei constata que, em qualquer discussão que decorra num newsgroup, as probabilidades de algum utilizador mencionar os nazis ou a figura de Adolph Hitler crescem à medida que a discussão se desenvolve. Da mesma forma, aumentam também as probabilidades de algum utilizador chamar nazi a outro - de acordo com a Lei de Godwin, quem incorre nisto está a "exterminar" a discussão e, para todos os efeitos práticos, perdeu a razão e concedeu a "vitória" moral ao insultado. Como é óbvio, esta lei ainda hoje é aplicável - existem imensas discussões a decorrer no ciberespaço onde rapidamente alguém recorre ao nazismo para descredibilizar o outro. Isto demonstra que Adolph Hitler e os seus correlegionários atingiram uma proeminência tal no seu tempo que ultrapassaram os círculos da política, da guerra e das atrocidades por si cometidas - tornaram-se verdadeiros ícones culturais do ocidente e da Europa de Leste, ultrapassando largamente as suas pessoas humanas para no final do século XX e no início do século XXI serem termos de discussões na internet. Algo na linha de "nazismo = mal supremo; este fulano é detestável, bora chamar-lhe nazi!", ou se quiserem "este é um vegetariano férreo...Hitler também era! Já têm dois pontos em comum!" ou até "este é um artista frustrado por nunca ter sido reconhecido...o Hitler também! Já está próximo do nazismo!".

Já agora, aqui fica um excerto do site onde eu me baseei para que possam ver como é que a coisa funciona:

"If you're really bored, a fun game to play is Six Degrees of Godwin.
Take a topic - any topic - and see how quickly you can relate it to Nazis
using legitimate topic drift methods. For example: a discussion about
computers will eventually lead to discussions of keyboards and which are
best, followed by a lot of complaining about the Windows key on 104-key
keyboards, leading to complaints about Microsoft, forcing the standard
MS-vs-government flamewar that I'm sure you're all aware of, leading to
attacks on Microsoft's "fascist" tactics by one side or another, which
will force the other side to start talking about the differences between
fascism, capitalism, and, of course, Nazism! The fun never stops!"


Quem diria...mais de 60 depois do fim da II Guerra, Hitler e sus muchachos tornam-se figuras comparativas.

Etiquetas: , , ,

3 Comments:

Blogger Cláudia Ribeiro said...

Ora aqui está uma postagem interessante! :D

bem, Hitler 'cegou' legiões com a sua ideologia sem nexo... parece que isso tem repercussões ainda nos dias que correm. E dizes tudo com o 'Nazismo = mal supremo' LOl

16 setembro, 2007 22:44  
Blogger razio said...

Até hoje unca vi ninguém chamar outra pessoa de nazi na net, nem sequer qualquer menção ao nazismo.
Parece-me mais uma "americanice" ou talvez nem isso.

18 setembro, 2007 23:17  
Anonymous Anónimo said...

Acho que o socialismo/marxismo/comunismo atingem um grau de perversidade ainda maior, afinal somadas as atrosidades chega-se a bilhões de cadaveres, só não tem tanta propaganda da mídia quanto o já supra citado. O Esquerdismo em geral não só é o mal supremo como o mau absoluto.

28 outubro, 2007 18:44  

Enviar um comentário

<< Home


Click Here