7.9.07

Only in China

Dispostas a assegurar a harmonia social e a paz interna de um país com 1300 milhões de habitantes, as forças de segurança chinesas - onde a afamada cordialidade dos povos asiáticos entrou em greve - acabam de ser alertadas pelo Ministro da Segurança Pública, Zhou Yong Kang, para não darem espaço de manobra a nenhum tipo de comportamentos desviantes que se afastem da norma pregada pelo Partido Comunista Chinês.

Acontece que no dia 15 de Outubro começa o 17º congresso do PCC, que segundo se prevê será o mais importante dos últimos anos, já que o todo-poderoso Hu Jintao, o homem que gosta de disparar contra "as forças inimigas ocidentais", pretende consolidar definitivamente o seu poder, já que na República Popular da China não basta ser Presidente ou Secretário Geral do PCC para convencer, afinal sempre são 1300 milhões e não queremos chatear tanta gente. E lembrem-se que os senhores delegados têm de se reunir com toda a harmonia e tranquilidade - para desarmonias e intranquilidades já bastou o Grande Salto em Frente e a Revolução Cultural...

Entre as possíveis ameaças à harmonia da sociedade chinesa, encontram-se as "forças maléficas" de seitas como a perigosíssima Falun Gong, os simpatizantes dos separatistas uigures da província de Xinjiang, ou o eterno (parco) apoio à causa tibetana. Isto ao nível "macro", claro está, ao nível "micro" encontramos "forças hostis estrangeiras e nacionais", o que normalmente é um eufemismo para pessoas que contestam a legitimidade do regime de partido único.

Outro aspecto interessante é que pretende-se igualmente limpar o ciberespaço chinês de forma a que este se apresente "harmonioso"...Harmonioso? Se em Portugal, um blog que resolve colocar no ciberespaço as irregularidades no percurso académico do primeiro-ministro praticamente abre telejornais e nós vivemos numa democracia o que não impede que um dos indivíduos responsáveis por isso seja constituído arguido, na China nem imagino qual seria a pena para 'desarmoniar' o ciberespaço. Digamos que não gostava de ser chinês, ou pelo menos de viver na RPC. É harmonia a mais...

Já agora, será que o senhor Zhou inclui na sua declaração referências a marcas ocidentais de brinquedos que contratam fábricas chinesas para tratar das suas encomendas, sem desconfiar que os seus contratados chineses colocam tinta de chumbo nos ditos cujos? É que para mim, a "harmonia" pode muito bem ser perturbada por uma intoxicação provocada por chumbo, mas isso sou eu. Já agora, se no nosso país a destruição de um hectare de milho transgénico foi defendida por alguns indivíduos, suponho que na China também será legítimo destruir uma fábrica cujos produtos são tóxicos, não?

É que de acordo com o senhor Zhou, todas as forças susceptíveis de perturbar a 'sociedade socialista' da RPC têm de ser cortadas pela raiz. A bem da coerência, ele podia ter dito algo do género "a nossa sociedade que embora se diga socialista consegue reunir o pior da economia de mercado que até devíamos já conhecer graças àquele livrinho inglês do rapazola que trabalhava na fábrica e que se atreveu a pedir um bocadinho mais de comida e o pior do chamado socialismo onde obrigamos toda a gente a sentir-se feliz por não viverem num desses países malvados".

Etiquetas: , , , ,

1 Comments:

Blogger Cláudia Ribeiro said...

Por vezes o meu blog passa-se e coloca links repetidos LOl :X

08 setembro, 2007 17:50  

Enviar um comentário

<< Home


Click Here